Reminiscence, remains, residue

O projecto “Reminiscence, remains, residue”, ilustra de forma simbólica, dois “monumentos/memoriais” representantes da Memória e traduzidos em fotografia.

Num primeiro plano aborda o processo de transformação de Documentos em Monumentos, marcos históricos que encerram em si a Memória. E os resíduos factuais desta, como basilares da construção de um denominador comum a um colectivo.

Pretende este projecto consagrar uma maior relevância da percepção do papel do arquivo enquanto mediador da realidade actual, através da representação do Passado.

Conceptualização que se completa e transcende com a associação da utilização da palete enquanto objecto simbólico do elemento facilitador do acesso ao documento. Manifestando-se este como depósito da realidade experienciada.

Não se cinge este trabalho portanto somente à Memória. Expande-a com a integração de um elemento de intemporalidade e de transporte das memórias e da evolução da sua interpretação através dos tempos. Assume o desafio do efémero do arquivo e do seu desígnio não só como um espaço de chegada mas, sobretudo, como um ponto de partida de aprendizagem … questionando assim a relevância que actualmente assume.